Anestesia no Parto

------------------------ Guia da Gestante ------------------------

photo_blog

Anestesia no Parto


Fonte: Clínica Cordoni
Autor: Dr. Giancarlo Cordoni

Se o seu médico indicar um parto com analgesia, ele poderá também sugerir um anestesiologista da confiança dele ou você poderá selecioná-lo baseado na recomendação da sua família, amigos ou baseado na sua própria experiência. Se você achar necessário, poderá pedir para conhecer e dialogar com o anestesioIogista antes do trabalho de parto, isto poderá diminuir suas preocupações e assegurar um bom relacionamento médico/paciente. Há dois tipos de anestesia: geral e regional. Na anestesia geral o paciente fica totalmente inconsciente. Quando somente uma parte do corpo fica menos sensível e a paciente fica consciente, é a anestesia regional. Avanços na anestesia obstétrica agora, permitem à mãe participar mais no nascimento do seu bebê. Com anestesia regional, a mãe pode ficar livre da dor e completamente acordada para desfrutar o nascimento do seu filho. A anestesia regional pode ser Peri-Dural ou Raqui Anestesia. A diferença entre ambas poderá ser esclarecida pelo anestesiologista ou pelo seu obstetra, que a colocará a par das indicações, contra-indicações, vantagens e desvantagens de cada tipo de anestesia. A melhor anestesia será aquela que proporciona segurança para o obstetra realizar o parto visando o bem estar materno fetal.