------------------------ Novidades ------------------------

photo_blog

Herpes


Fonte: Clínica Cordoni
Autor: Dr. Giancarlo Cordoni

O que é Herpes?
O herpes simples é uma doença causada por vírus, que atinge boa parte da população, e apresenta-se sob as formas de herpes labial ou herpes genital.Após o contágio, o vírus persiste no organismo, sendo capaz de apresentar reativações periódicas.O herpes não tem cura. Mas pode ser controlado, se tratado corretamente.

Herpes Labial
O herpes labial é uma infecção causada por vírus, ocorrendo por vezes, em episódios periódicos. A infecção se divide em quatro estágios: 1. o lábio arde e coça; 2. inicia-se um pequeno inchaço, formando bolhas freqüentemente dolorosas; 3. as bolhas rompem-se e juntam-se ocasionando ferida com secreção. Neste estágio, o vírus pode ser transmitido com muita facilidade; 4. a ferida seca e sara; formam-se cascas e ocorre a cicatrização.Estas lesões reaparecem com frequência variável de indivíduo para indivíduo.

A Transmissão
Durante a infecção pelo herpes labial, o beijo é um importante meio de transmissão do vírus. Se uma pessoa infectada beija outra durante episódio de infecção, a transmissão torna-se possível. É assim que geralmente as crianças adquirem a primeira infecção pelo herpes. Ao ser beijada pela mãe ou qualquer outra pessoa que apresente a infecção (principalmente no 3o estágio), a criança pode contrair o vírus. Assim, é necessário identificar corretamente o herpes, que comumente confunde-se com outras enfermidades. Cuidados Os cuidados com o herpes são importantes tanto para quem o tem quanto para outras pessoas, afim de evitar a transmissão. Ao identificar infecção, lave sempre as mãos, após tocá-la. Não toque seus olhos, não beije. Evite furar as bolhas e arrancar as crostas das feridas.

Herpes Genital
O herpes genital é outro tipo de infecção causada pelo vírus do herpes simples e é considerado, dentre as doenças sexualmente transmissíveis, o de mais rápido crescimento numérico. Um número considerável de pessoas no Brasil têm o herpes genital e, a cada ano, muitos homens e mulheres, a maioria entre 18 e 35 anos, poderão contrair essa infecção.

A Transmissão
A forma inicial de transmissão é através de relação sexual com pessoa que esteja com herpes genital em atividade. As manifestações são mais graves na primeira infecção e aparecem poucos dias após o contato sexual. Inicialmente costumam ocorrer também, febre e aumento de gânglios. Agravam-se por volta do terceiro dia, formano-se bolhas, que se transformam em úlceras muito dolorosas. A doença aguda pode durar de 2 a 4 semanas. Após esta primeira infecção, o herpes pode reaparecer nos órgãos genitais.

Cuidados
Ao suspeitar de herpes genitais, na presença de lesões, não tenha contato sexual. Caso ocorra, use sempre preservativo.

Quando o episódio do herpes pode reaparecer?
Gripe, quadro febril, menstruação, transtorno emocional, "stress", traumatismo, mudança de altitude e exposição ao sol, principalmente no verão, são fatores desencadeantes conhecidos, variando de pessoa pra pessoa. Uma vez reativado, o vírus que estava "quieto" volta do nervo para a mucosa e para a pele, reaparecendo a infecção pelo herpes.

No caso de qualquer dúvida, FALE COM SEU MÉDICO.